Inscreva-se

 

 

+ Esportes, Esportes Americanos

WARRIORS E O NOVO SUPERTIME DA NBA

Escrito em: 16/07/2017 às 11:31   /   por   /   comentários (0)

Estamos diante de um novo supertime da NBA? Possivelmente. Não há muito o que falar sobre o Golden State Warriors. Principalmente depois da decisão da temporada 16/17, ou se preferirem, do tira-teima contra o Cleveland Cavaliers.

A trilogia Cavs x Warriors

Era uma melhor de três histórica. Uma trilogia histórica. Depois do título de 2014/15, os Warriors pareciam imbatíveis. Começaram a temporada 16/17 quebrando todos os recordes e fizeram a melhor temporada regular da história. Entretanto, sofreram nos playoffs e acabaram perdendo o título para os Cavs, numa virada histórica. Um verdadeiro milagre de LeBron e Cia. Mas a temporada 16/17 mostrou algo diferente.

Os Warriors enfrentaram os Cavs com autoridade. Em momento nenhum demonstraram que poderiam sentir o peso da virada do ano anterior. Pelo contrário. Abriram 3×0 com direito a uma virada arrasadora no jogo 3, em Cleveland.

Era para ser histórico, mas LeBron e os Cavs não permitiram. Venceram o jogo 4 em casa, que poderia ter confirmado a varrida dos Warriors.

A série voltou para Oakland e depois de muita festa, os Warriors atropelaram os rivais no jogo do título. Não houve fim de jogo emocionante. Foram vitórias imponentes e seguidos shows de Durant.

O que os Warriors tem de diferente?

Não sei se é exatamente diferente, mas os Warriors tem uma fator especial: a evolução do time. O jeito de jogar do time tem evoluído, assim como a própria forma de encarar o campeonato.

O time mostrou mais maturidade. Não forçou tanto a barra na temporada regular e de se preocupar tanto em derrubar marcas. Deixou para ser fulminante nos playoffs e foi. Por muito pouco não foi a primeira equipe a fazer 16-0. Varreu o Portland Trail Blazzers, o Utah Jazz e o San Antonio Spurs, o que mesmo com os texanos desfalcados, é algo raro. Não fosse o esforço de LeBron para vencer o jogo 4 das finais, teria varrido também os Cavs.

playoffs NBA 2017

FOTO: NBA

Mas também, o time que já era forte com Green, Iguodala, Thompson e Curry, ainda recebeu Durant para completar um elenco digno de Dream Team. Aliás, Durant foi o MVP das finais, depois de ficar boa parte da temporada regular fora por lesão. Caiu como uma luva no time. Quem não quereria um Big Three desses, onde mesmo quando um ou dois deles vão mal, o outro resolve a partida?

Vale lembrar também que os Warriors revolucionaram a NBA com seu estilo de jogo pautado em ataques rápidos e jogadas de três pontos, com direito a ter no mesmo time dois dos melhores arremessadores de três da história: Curry e Thompson. O resultado é uma altíssima média de pontos e uma nova influência para os times de basquete de agora em diante – a média de chutes de três por jogo subiu de 20 (12/13) para 27 na última temporada. Méritos ao técnico e ex-membro dos Bulls de Jordan, Steve Kerr. Juntando à isso um defesa forte, comandada por Draymond Green, fica difícil parar a equipe do Golden State.

curry warriors

Curry comanda o espetacular rendimento dos Warriors no arremesso de três. FOTO: Reuters

Pautado num jogo coletivo e intenso trabalho de bola o time segue dando show em quadra. Tem dois MVPs – Curry e Durant – que deixam de lado o protagonismo para conquistar títulos. Estamos vendo a história acontecer e já podemos assegurar que esse time pode sim se tornar uma lenda.

Trazendo novos valores como Nick Young e mantendo craques como Stephen Curry e Kevin Durant (que topou ganhar 10 milhões à menos para ficar em Oakland) não será nenhuma surpresa se os Warriors confirmarem uma nova dinastia na NBA. Talvez nos próximos anos a trilogia Warriors x Cavs se torne uma das maiores rivalidades da liga. Vale a pena se atentar a isso nos próximos anos. A NBA e os apaixonados por basquete agradecem.

 

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website