Inscreva-se

 

 

Copa do Mundo, Start Sports

HISTÓRIAS DE COPAS | MONDRAGÓN O VOVÔ DOS MUNDIAIS

Escrito em: 19/07/2014 às 21:20   /   por   /   comentários (0)

COPA-DO-MUNDO

Quando começou a jogar em 1990, no Deportivo Cali, Faryd Mondragón não imaginava que um dia seria recordista na Copa do Mundo. O recorde não veio com suas defesas (apesar de ser o terceiro goleiro que mais fez defesas em um jogo) mas sim na última de suas atuações em mundiais.

Mondragón entrou em campo para atuar durante dez minutos na última partida da Colômbia na primeira fase da Copa do Mundo do Brasil, estabelecendo o recorde de jogador mais velho a atuar em um mundial. Aos 43 anos, ele superou o recorde de Roger Milla, de Camarões, que jogou aos 42 anos e 39 dias na Copa de 94.

Mondragón entrou em campo aos 41 do segundo tempo e fez história contra o Japão. FOTO: Mark Kolbe/Getty Images

Mondragón entrou em campo aos 41 do segundo tempo e fez história contra o Japão. FOTO: Mark Kolbe/Getty Images

O time nem sentiu falta do titular Ospina no fim da partida contra o Japão, ainda mais depois da grande defesa do goleiro no fim do jogo, que garantiu o placar de 4×1 para os colombianos. De quebra, Mondragón ainda se tornou o jogador a disputar uma Copas com o maior hiato de tempo, tendo feito parte do elenco de sua seleção em 94 e, vinte anos depois, repetindo a dose em 2014. Ele também jogou a Copa de 98.

Confira a lista com o jogadores mais velhos a atuar:

1º Faryd Mondragón (Colômbia) – atuou com 43 anos em 2014;

2º Roger Milla (Camarões) – atuou com 42 anos e um mês em 1994;

3º Pat Jennings (Irlanda do Norte) – atuou com 41 anos em 1986;

4º Peter Shilton (Inglaterra) – atuou com 40 anos e 9 meses em 1990.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website