Inscreva-se

 

 

Futebol Internacional, História

COPA AMÉRICA: 100 ANOS DE HISTÓRIA

Escrito em: 03/06/2016 às 0:36   /   por   /   comentários (0)

11110292_616400388461884_4188275772344474863_n

A Copa América se torna uma anciã. Uma velha senhora com muita história. Para quem não sabe, ela é a competição de seleções mais antiga ainda em disputa. No início era chamada de Campeonato Sul-Americano e depois de uma edição em caráter experimental jogada em 1910 (com o nome de Copa Centenário da Revolução de Maio), teve sua primeira edição pra valer em 1916, como parte das comemorações do centenário da independência da Argentina. E, entre os dias 2 e 17 de Julho, foi iniciada essa longa história.

Quem iniciou a lista de campeões foi o Uruguai, que levou o caneco empatando com os argentinos no campo do Racing, num torneio que reuniu ainda Brasil e Chile. O sucesso dessa competição foi tanto que deu inicio a Conmebol, fundada exatamente por essas quatro seleções em 9 de julho 1917, depois de proposta do dirigente uruguaio Héctor Rivadavia Gomez.

Uruguai de 1917 - a celeste olímpica dominou os primeiros anos da competição. FOTO: Wikipedia Commons

Uruguai de 1917 – a celeste olímpica dominou os primeiros anos da competição. FOTO: Wikipedia Commons

Houve um revezamento entre essas seleções nas primeiras edições, com cada um sediando uma edição. Depois veio o Paraguai, que se filou a Conmebol. E a competição cresceu até englobar os dez países sul-americanos. Seguiu forte até o ano de 1967, com algumas irregularidades de datas, mas sempre figurando no calendário. Mas passou por um hiato de 11 anos sem disputa.

Quando voltou, se tornou oficialmente a Copa América, mudando de regulamento algumas vezes e tendo até um período sem sede fixa. Começou a se organizar melhor quando assumiu uma rotação de sedes onde cada país filiado passou a ter a perspectiva de que, em algum momento, sediaria a competição. Desde 93 passou a aceitar dois convidados por edição. Uma das vagas, sempre é do México e a outro se reveza entre países da Concacaf e o Japão (isso mesmo, o Japão já jogou a Copa América).

Seus maiores goleadores são o argentino Norberto Mendez e o brasileiro Zizinho, que anotaram 17 gols. A diferença entre os dois foi o número de edições disputadas: o argentino fez 17 em três participações, enquanto o brasileiro o fez em seis.

Norberto Mendez é o maior goleador da história da Copa América. FOTO: Wikipedia Commons

Norberto Mendez é o maior goleador da história da Copa América. FOTO: Wikipedia Commons

Zizinho também é um dos jogadores que mais jogou pela competição, com 33 partidas disputadas. Uma a menos que o recordista, o chileno Sergio Livingstine, com 34 jogos.

O chileno Livingstine. FOTO: El Gráfico

O chileno Livingstine. FOTO: El Gráfico

No fim das contas, o Uruguai, primeiro campeão, ainda é o maior campeão da competição, com 15 taças levantadas. Um a mais que a Argentina, que não conquista o título (e nenhum outro), desde 93. O Brasil tem oito taças, Paraguai e Peru duas, enquanto Bolívia, Colômbia e Chile – atual campeão – possuem uma taça.

Um ano depois da primeira edição, a Copa América tem uma edição especial nesta temporada, nos EUA, com cara de megaevento americano, como forma de comemoração dos cem anos da competição. Como tudo no futebol atual, teve polêmica, com sua realização sendo contestada após os casos de corrupção da FIFA. Bom, superadas essas questões políticas, vamos ter a competição.

A Copa América visita os gramados dos EUA. FOTO: Fan page da Copa América Centenário

A Copa América visita os gramados dos EUA. FOTO: Fan page da Copa América Centenário

Com estádios com mais de 60 mil lugares, um ar de Copa do Mundo de 94 e jogadores como Messi e Suarez (se ele jogar mesmo), dá para esperar uma boa competição. Já dá seleção brasileira, não dá nem para saber quem joga. Afinal se é para comemorar os 100 anos da Copa América, não podemos dizer que dá para fazer o mesmo com nossa seleção.

Campeões

Ano  Campeão  Vice
2015 Chile Argentina
2011 Uruguai Paraguai
2007 Brasil Argentina
2004 Brasil Argentina
2001 Colombia Mexico
1999 Brasil Uruguai
1997 Brasil Bolivia
1995 Uruguai Brasil
1993 Argentina Mexico
1991 Argentina Brasil
1989 Brasil Uruguai
1987 Uruguai Chile
1983 Uruguai Brasil
1979 Paraguai Chile
1975 Peru Colombia
1967 Uruguai Argentina
1963 Bolivia Paraguai
1959
1959
Uruguai
Argentina
Argentina
Brasil
1957 Argentina Brasil
1956 Uruguai Chile
1955 Argentina Chile
1953 Paraguai Brasil
1949 Brasil Paraguai
1947 Argentina Paraguai
1946 Argentina Brasil
1945 Argentina Brasil
1942 Uruguai Argentina
1941 Argentina Uruguai
1939 Peru Uruguai
1937 Argentina Brasil
1935 Uruguai Argentina
1929 Argentina Paraguai
1927 Argentina Uruguai
1926 Uruguai Argentina
1925 Argentina Brasil
1924 Uruguai Argentina
1923 Uruguai Argentina
1922 Brasil Paraguai
1921 Argentina Brasil
1920 Uruguai Argentina
1919 Brasil Uruguai
1917 Uruguai Argentina
1916 Uruguai Argentina
O atual campeão Chile fez a festa em casa. FOTO: Conmebol

O atual campeão Chile fez a festa em casa. FOTO: Conmebol

Curiosidades

– O primeiro gol da Copa América foi feito pelo uruguaio José Piendibene, que marcou na vitória sobre o Chile por 4 a 0, em 1916. “The Master”, como era conhecido, ficou famoso jogando no Peñarol.

Piendibene, o autor do primeiro gol da Copa América. FOTO: Wikipédia Commons

Piendibene, o autor do primeiro gol da Copa América. FOTO: Wikipédia Commons

– O de número 1.000 foi do chileno Enrique Hormazábal, em 1955, e o 2.000 foi do mexicano Luis Hernández em 1997.

– A maior goleada em uma Copa América foi um 12 a 0 da Argentina sobre o Equador em 1942.

– A Argentina é o país que mais organizou Copa América na história, sendo o país com mais vice-campeonatos: 12. Buenos Aires, junto a Montevidéu, são as cidades com mais jogos disputados: 83 no total.

– A Argentina possui o melhor aproveitamento entre os 15 países que já disputaram o torneio, com 14 títulos, 111 vitórias em 173 partidas disputadas. Conquistou 70% dos pontos disputados.

– A Bolívia sediou duas Copas Américas. Em 1063 foi campeã e em 1997 foi vice, se valendo da altitude de La Paz.

– O estádio Nacional de Santiago é o que mais sediou partidas de Copa América: 74 jogos.

– A edição de 1925 foi a que teve o menor número de seleções participantes, com apenas três países: Argentina, Brasil e Paraguai. O formato encontrado na época foi jogos entre si em turno e returno e a Argentina sagrou-se campeã.

– A edição com o maior média de gols foi a de 1937, no Peru. Sendo marcados 37 gols em seis partidas jogadas, média de 6,17 gols por partida. Naquele ano, a Argentina terminou campeã e o artilheiro foi um uruguaio, Norberto Figueroa, com 4 gols.

– O Uruguai é a seleção que mais participou da Copa América. A Celeste esteve presente em 41 das 43 edições do torneio de seleções mais antigo do mundo com 189 jogos em 41 edições.

– O Rei Pelé disputou somente uma edição da Copa América, em 1959, sendo artilheiro do torneio, com oito gols, mas acabou como vice-campeão. A Argentina foi a campeã.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website