Inscreva-se

 

 

Copa do Brasil, Start Sports

PALMEIRAS E MARCELO DÃO A VOLTA POR CIMA E VENCEM A COPA DO BRASIL

Escrito em: 03/12/2015 às 16:29   /   por   /   comentários (0)

Copa-do-Brasil2015

Quando o Palmeiras conquistou a Copa do Brasil pelo última vez em 2012, ainda sob comando do Felipão, derrotando o Coritiba de Marcelo Oliveira, nem o Verdão nem o técnico mineiro imaginavam o que passariam pelos próximo três anos.

O Palmeiras caiu no Brasileirão no mesmo ano do título, teve que jogar a série B em 2013 e, quando voltou a elite em 2014, quase caiu de novo, sendo salvo pelo Santos – olha a coincidência – na última rodada.

Marcelo, por sua vez, foi para o Cruzeiro, com toda a desconfiança da torcida celeste pelo seu passado de jogador do Galo. Foi bicampeão brasileiro e campeão mineiro. Entretanto foi injustamente demitido, devido a duas eliminações em Libertadores (ambas para os campeões de cada edição) e um vice da Copa do Brasil para o Atlético, que integrou uma longa série de jogos sem vencer o rival.

Depois de três vices, Marcelo Oliveira finalmente ergue a Copa do Brasil. FOTO: fan page oficial do Palmeiras

Depois de três vices, Marcelo Oliveira finalmente ergue a Copa do Brasil. FOTO: fan page oficial do Palmeiras

Já o Palmeiras viu no sucesso de Marcelo no Cruzeiro uma chance de salvar o trabalho de 2015. Já havia buscado o diretor de futebol Alexandre Mattos na Toca da Raposa, para montar o badalado elenco para essa temporada. Sob comando de Oswaldo Oliveira, o time perdeu o Paulistão para o Santos – olha a coincidência de novo – e ia mal no Brasileirão. Marcelo foi a solução.

O time melhorou muito, mas seguia tropeçando no Brasileirão. Já na Copa do Brasil ia bem. Passou fácil pelo Vitória da Conquista e teve um pouco de trabalho com Sampaio Correia e ASA de Arapiraca, mas despachou os dois. Passou fácil pelo Cruzeiro em crise e travou uma batalha épica contra o Inter, vencendo no finzinho, quando quase foi eliminado em casa. Contra o Fluminense uma semifinal repleta de sofrimento, que foi parar nos pênaltis e nas mãos de Prass, que colocou o Verdão na final.

Fernando Prass mais uma vez foi o herói nos pênaltis. FOTO: fan page oficial do Palmeiras

Fernando Prass mais uma vez foi o herói nos pênaltis. FOTO: fan page oficial do Palmeiras

Ai chegou o Santos para a final. O mesmo que salvou o Verdão de cair em 2014 e ganhou o Paulistão do time alviverde. O jogo de ida ficou 1×0 graças a trave, que parou o pênalti de Gabigol, e ao atacante Nilson, que entrou no fim e perdeu um gol sem goleiro.

Na primeira decisão nacional da Allianz Parque tivemos um show da torcida e um jogo emocionante. Os gols de Dudu pareciam garantir o título alviverde, mas Ricardo Oliveira levou a decisão para a marca da cal. Marcelo Oliveira viu um filme passar na sua cabeça: seria mais seu quarto vice em cinco anos? Não foi. Mais uma vez Fernando Prass foi decisivo, pegou um e converteu o pênalti que deu o título ao Palmeiras. Tricampeão da Copa do Brasil.

https://youtu.be/Cs8AF_AX5UE

O técnico que não era bom de mata-mata e não ganhava clássico, conquistou sua primeira Copa do Brasil num clássico. E que clássico. O primeiro título da casa nova veio em grande estilo para a torcida do Palmeiras.

Nas mãos do capital Zé Roberto, a Copa do Brasil. FOTO: Fan page oficial da Copa do Brasil

Nas mãos do capital Zé Roberto, a Copa do Brasil. FOTO: Fan page oficial da Copa do Brasil

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website