Inscreva-se

 

 

Fórmula 1

ITÁLIA 1993 | FAZENDO UM 360º EM MONZA

Escrito em: 01/09/2018 às 22:20   /   por   /   comentários (0)

Sabe aquela corrida que é lembrada mais por um acidente do que por seu vencedor? O episódio ocorrido em Monza, 1993, foi mais um desses, tão comuns em corridas de esportes a motor.

O artigo de hoje relembrará o GP da Itália que ficou marcado por um dos acidentes mais espetaculares da história da Fórmula 1, que por sorte, teve consequências mínimas.

Christian Fittipaldi em 1993.

Christian Fittipaldi em 1993. FOTO: esporte.uol.com.br.

Naquela tarde de 12 de setembro, Prost largou na frente, seguido de Alesi. Logo na primeira chicane, Hill e Senna se envolveram em um incidente, que apesar de atrasá-los muito (inclusive a Berger, que vinha atrás de Hill e o acertou) não teve consequências maiores. Logo de cara, no pelotão de trás, a Sauber de J.J. Letho, as Jordan de Apicella e Rubens Barrichello, e os Footwork de Suzuki e Derek Warwick, ficaram de fora por colisões.

Largada do GP da Itália de 1993.

Largada do GP da Itália de 1993. FOTO: br.motorsport.com

A corrida se desenhava para uma caça aos líderes, protagonizada por Senna, Hill e Berger. Na oitava volta, o brasileiro se deu mal ao tentar passar o Ligier-Renault de Martin Brundle na segunda chicane. Uma falha na travagem tirou ambos da corrida.

Com tanta coisa acontecendo, a ponta da prova parecia muito tranquila. Alain Prost liderava, seguido por Alesi e Schumacher. Hill vinha muito bem em sua corrida de recuperação, se aproximando de Schumacher. Na volta 21, com paradas e a quebra do motor de Schumacher, Hill já era segundo. Tudo indicava que seria uma dobradinha da Williams.

Ai veio a volta 48. Repentinamente, o motor de Prost falhou e o líder teve que abandonar. Hill, que parecia sem muitas perspectivas, herdou sua terceira vitória consecutiva naquela temporada. 40 segundos atrás, veio Jean Alesi e um surpreendente Michael Andretti terminou em terceiro, sua melhor corrida do ano. Mal sabia o piloto dos EUA que seria seu último pódio e última corrida. Sua curta carreira na Formula 1 teve fim depois do GP da Itália, com Ron Dennis dispensando-o e substituindo-o pelo piloto de testes, Mika Hakkinen – que viria a ser campeão mundial.

podio italis 93

Pódio do GP da Itália de 1993. Na sequência da imagem: Alesi (2º), Hill (1º) e Andretti (3º).
FOTO: twitter F1 in the 1990s

Bom, mas e o acidente? Deixamos para o final. O trecho a seguir, do blog Continental Circus, relata o espetacular voou de Fittipaldi. “Os últimos metros ainda foram palco de um incidente tão inusitado como espetacular: o Minardi de Christian Fittipaldi toca no carro do seu companheiro Pierluigi Martini em plena reta da meta, dando um loop completo no ar, caindo bem no chão. Mesmo assim, Fittipaldi cortou a meta na oitava posição. Talvez um dos acidentes mais espetaculares da Formula 1…” Apesar do susto, Christian não teve problemas maiores de saúde. Senna, após visitar o colega de trabalho no hospital declarou : “O Christian escapou ileso por milagre. Só não aconteceu uma tragédia graças à altíssima qualidade de construção dos carros da F1.”

Para entender melhor o acidente, veja o vídeo a seguir mostra este histórico acidente:

Que perigo correu o Christian Fittipaldi, não é mesmo? Se quiser saber mais sobre a etapa italiana da Fórmula 1, veja a história da prova aqui.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website