Inscreva-se

 

 

Fórmula 1

BAHREIN 2008 | DE KUBICA PARA MASSA

Escrito em: 07/04/2018 às 12:17   /   por   /   comentários (0)

A temporada de 2008 prometia uma boa disputa entre os carros da McLaren, Ferrari e da BMW, e foram os pilotos de duas delas que protagonizaram a história desse GP de Fórmula 1 realizado no Reino do Bahrein.

O artigo de hoje relembrará a corrida de 2008, marcada pela pole do jovem promissor polonês Robert Kubica no sábado, que terminou com a vitória do brasileiro Felipe Massa no dia seguinte.

Naquele dia 6 de abril de 2008, Massa largou muito bem, e Kubica muito mal. A Ferrari do brasileiro assumiu a ponta antes da primeira curva, com o polonês chegando a jogar o carro para o lado para impedir a ultrapassagem. Hamilton foi desastroso. Caiu de terceiro para décimo. Como se já não fosse suficiente, o britânico danificou o bico de sua McLaren e deu adeus precocemente à briga por pontuação.

Largada do GP do Barein de 2008.

Largada do GP do Barein de 2008. FOTO: gazetapress.com / BMW ag

O começo da prova seguiu movimentado. Raikkonen fez uma bela ultrapassagem sobre Kubica e foi para a segunda posição. Os carros da BMW estavam mais leves, com menos combustível. Isso dava mais velocidade, mas os comprometiam a fazer um pit stop mais cedo. Dessa forma, a disputa pela vitória ficou entre as Ferraris, que abriram grande vantagem.

Após a segunda parada, Massa aproveitou o carro e a pista livre disparar na frente do finlandês. Já Raikkonen viu Kubica a mais de 7 segundos dele após o polonês sair dos boxes e terminou apenas 1.6s à frente do piloto da BMW. Não houve emoção alguma no fim da prova.

“O primeiro a receber a bandeirada, após dois finais de corridas tristes (abandonos na Austrália e na Malásia), foi Felipe Massa. A primeira vitória do brasileiro naquela temporada, a qual foi sua melhor na Fórmula 1, disputando ponto a ponto com Lewis Hamilton. Venceu mais que o britânico, mas pecou (individualmente e por falhas da Ferrari) em Silverstone, Budapeste e, principalmente, Singapura. Ficando apenas um ponto atrás na classificação geral, após o fatídico GP do Brasil, o do quase título de Felipe”. Trecho retirado do site esportes.terra.com.br

O vídeo a seguir mostra os momentos finais daquela corrida – a bandeirada ocorre na posição 10:16.

Essa foi mais uma história do GP da Bahrein que contamos aqui no blog. Para saber mais sobre essa etapa, ver o circuito e suas estatísticas, clique aqui.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website