Inscreva-se

 

 

+ Esportes, História

A HISTÓRIA DO CAMPEONATO MUNDIAL DE VÔLEI

Escrito em: 28/09/2018 às 19:11   /   por   /   comentários (0)

O Campeonato Mundial de Vôlei Masculino foi uma iniciativa que visava, mais do que qualquer outra coisa, unificar o esporte no mundo.

Nas primeiras décadas do século, o vôlei se desenvolveu de maneiras diferentes em cada lugar do mundo. Por isso, na reta final da década de 40, algumas federações nacionais europeias começaram ver necessidade de organizar o esporte e consideraram a possibilidade de criar um órgão internacional para coordenar o desenvolvimento do voleibol.

Partindo desse interesse, foi realizado um Congresso Constitutivo em 1947, que contou com a presença de 14 países: Bélgica, Brasil, Tchecoslováquia, Egito, França, Países Baixos, Hungria, Itália, Polônia, Portugal, Romênia, Uruguai, Estados Unidos e Iugoslávia. Durante o evento, foi decidido entre 18 e 20 de abril a formação da entidade que comandaria o vôlei, a FIVB – Federação Internacional de Voleibol – que teria como presidente o francês Paul Libaud.

E a principal deliberação da entidade foi que seu primeiro grande feito seria realizar um campeonato internacional de alto nível. E a meta foi cumprida exatamente dois anos depois.

O Mundial Masculino

Entre 10 e 18 de setembro de 1949, foi realizado o primeiro campeonato mundial, apenas na categoria masculina, em Praga, na Tchecoslováquia. Entretanto, o torneio foi, na prática, um campeonato europeu. Dez equipes do continente participaram e o título ficou com a União Soviética, que frustrou os planos dos donos da casa de levantarem a taça, assim como fez um ano antes, pelo Europeu.

Aliás, até o fim da década de 60, soviéticos e tchecos dominaram os mundiais. Nas seis primeiras edições foram quatro conquistas soviéticas e duas tchecas, com os times decidindo (nem sempre em confronto direto) os mundiais por quatro vezes.

A primeira participação africana em mundiais foi em 1970, quando a Guiné representou o continente. Entretanto, em 62, a Tunísia estava classificada para o torneio mas não disputou. Assim sendo, a primeira edição a contar com representantes de Américas, África, Ásia e Europa foi mesmo a de 1970.

No fim das contas, apenas sete nações conquistaram o título: URSS, Tchecoslováquia, Alemanha Oriental, Polônia, EUA, Itália e Brasil. Destaque para os tricampeonatos de Itália e Brasil e os bicampeonatos de Polônia e União Soviética (que conseguiu o feito três vezes).

Seleção italiana tricampeã mundial de vôlei.

Seleção italiana tricampeã mundial de vôlei. FOTO: reprodução / YouTube

O Mundial Feminino

As mulheres tiveram sua primeira edição de mundial quatro anos depois dos homens, em Moscou. Ao contrário do masculino, já começou com pelo menos uma equipe de fora da Europa: a Índia. A União Soviética foi soberana em casa e nas duas edições seguintes.

O primeiro Mundial de Vôlei Feminino, em Moscou, 1952.

O primeiro Mundial de Vôlei Feminino, em Moscou, 1952. FOTO: Getty Images

Apenas em 78 tivemos uma participação africana, com a Tunísia. Nos primeiros anos, o torneio sofreu com baixas de seleções que desistiam da disputa e até com boicote, como acontecido em 1967.

O título só foi conquistado por seis seleções: União Soviética (depois também como Rússia), Japão, Cuba, China, EUA e Itália. Destaque para os grandes esquadrões soviéticos, as grande equipes asiáticas do Japão da década de 60 e da China dos anos 80, além da histórica geração cubana dos anos 90. O curioso é que, mesmo sendo uma das maiores potências do esporte, o Brasil nunca conquistou o título mundial.

Curiosidades

  • Concorrência Olímpica – Como o vôlei passou a ser olímpico em 1964, os ciclos de Campeonatos Mundiais foram atrasados em dois anos (a partir de 1960), para evitar a concorrência entre os dois eventos. Para evitar coincidência de datas, os ciclos do Campeonato Mundial foram atrasados em dois anos após a quarta edição (1960), passando a alternar-se com as Olimpíadas.
  • Número de participantes – O número de participantes do torneio mudou diversas vezes ao longo dos anos, tanto no masculino, quanto no feminino. Depois de oscilar muito, ele foi fixado em vinte e quatro, a partir de 2002.
  • O país sede – Até 1974 os torneios masculino e feminino eram disputados no mesmo país – a única exceção foi em 1966 e 1967, quando ocorreram em anos diferentes. A partir da década de 1980, isso deixou de ser um padrão.

Os campeões e o pódio de cada edição

Campeonato Mundial de Vôlei Masculino

ANOSEDEOUROPRATABRONZE
1949TchecoslováquiaUnião SoviéticaTchecoslováquiaBulgária
1952União SoviéticaUnião SoviéticaTchecoslováquiaBulgária
1956FrançaTchecoslováquiaRomêniaUnião Soviética
1960BrasilUnião SoviéticaTchecoslováquiaRomênia
1962União SoviéticaUnião SoviéticaTchecoslováquiaRomênia
1966TchecoslováquiaTchecoslováquiaRomêniaUnião Soviética
1970BulgáriaAlemanha OrientalBulgáriaJapão
1974MéxicoPolôniaUnião SoviéticaJapão
1978ItáliaUnião SoviéticaItáliaCuba
1982ArgentinaUnião SoviéticaBrasilArgentina
1986FrançaEUAUnião SoviéticaBulgária
1990BrasilItáliaCubaUnião Soviética
1994GréciaItáliaHolandaEUA
1998JapãoItáliaIugusláviaCuba
2002ArgentinaBrasilRússiaFrança
2006JapãoBrasilPolôniaBulgária
2010ItáliaBrasilCubaSérvia
2014PolôniaPolôniaBrasilAlemanha
2018Itália / BulgáriaPolôniaBrasilEUA
Seleção brasileira tricampeã mundial.

Seleção brasileira tricampeã mundial. FOTO: Getty Images

Campeonato Mundial de Vôlei Feminino

AnoSedeOuroPrataBronze
1952União SoviéticaUnião SoviéticaPolôniaTchecoslováquia
1956FrançaUnião SoviéticaRomêniaPolônia
1960BrasilUnião SoviéticaJapãoTchecoslováquia
1962União SoviéticaJapãoUnião SoviéticaPolônia
1967JapãoJapãoEUACoreia do Sul
1970BulgáriaUnião SoviéticaJapãoCoreia do Norte
1974MéxicoJapãoUnião SoviéticaCoreia do Sul
1978União SoviéticaCubaJapãoUnião Soviética
1982PeruChinaPeruEUA
1986TchecoslováquiaChinaCubaPeru
1990ChinaUnião SoviéticaChinaEUA
1994BrasilCubaBrasilRússia
1998JapãoCubaChinaRússia
2002AlemanhaItáliaEUARússia
2006JapãoRússiaBrasilSérvia e Montenegro
2010JapãoRússiaBrasilJapão
2014ItáliaEUAChinaBrasil
2018Japão

 

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website